quarta-feira, abril 21, 2010

O polegar opositor surgiu antes das primeiras ferramentas

Um osso do polegar de Orronin tugenensis foi apresentado 16 de abril na reunião anual da Associação Americana de Antropólogos Físicos.

"Isso demonstra que o polegar opositor pode ter surgido nos primeiros hominídeos a mais de 6 milhões de anos", disse Sergio Almécijaof da Universidade Autônoma de Barcelona. Isso é bem antes das primeiras ferramentas de pedra, que foram datadas de 2,6 milhões de anos atrás. Esta evidência vai contra a idéia de que as habilidades motoras finas para ferramentaria impulsionaram a evolução dos polegares opositores.

Almécija e seus colegas estudaram um osso da ponta de um dedo polegar pertencente ao Orrorin tugenensis, o segundo mais antigo fóssil hominídeo já encontrado só perdendo para o Sahelanthropus tchadensis de 7 milhões de anos. O que se chama de Orronin tugenensis é um conjunto de partes do esqueleto e peças de mandíbulas de pelo menos cinco indivíduos que foram descobertas no Quênia em 2000, das quais surgiu o "padrão de espécie" do Orrorin.

O fóssil do polegar indica que os Orrorins tinham um polegar longo o suficiente para encostar nas pontas dos outros dedos, permitindo assim a manipulação fina dos objetos. "O osso do polegar do Orrorin é o que mais se assemelha ao dos humanos atuais, com excessão das espécies do gênero Homo já extintas," Almécija disse.

Na opinião do pesquisador, a mão dos hominídeos foi herdada de um grupo de pequenos macacos que viveram na África e na Europa entre 25 e 5 milhões de anos atrás. Estes animais já seriam capazes de utilizar ferramentas rudimentares com precisão. Estas mãos hábeis foram passadas para muitas espécies descendentes, algumas perdendo estas características e outras retornando a elas, como no caso das espécies do gênero Homo.

O grupo de Almécija comparou o polegar do Orrorin aos de Australopithecus e Homo, bem como fósseis de macacos mais antigos. Eles concluíram que muitos macacos extintos possuíam mãos curtas com dedos longos adequados para agarrar firmemente os objetos ou galhos de árvores. Essa adaptação serviu como base para a evolução das mãos nos hominídeos, segundo a hipótese formulada.

Russell Tuttle, da Universidade de Chicago, já havia previsto que os primeiros hominídeos tinham uma mão relativamente sofisticada. Mas o Orrorin usaria um aperto de precisão é claro."Um chimpanzé pode usar uma ferramenta básica de pedra com as mãos, se tiver a capacidade cognitiva (inteligência) para fazê-lo", disse Tuttle.


ESTA INFORMAÇÃO FOI:

0 Comentários sobre esta postagem::

Postar um comentário

Comentários inoportunos, idiotas ou ilegais não serão aceitos.