segunda-feira, maio 03, 2010

Auto-terrorismo: Estados Unidos tenta derrubar mais óleo no próprio litoral

Uma segunda plataforma de petróleo, equipada com aparato de perfuração de poços em alto-mar, sofreu um acidente nos Estados Unidos. Desta vez uma plataforma simplesmente caiu no mar, perto de Morgan City, Louisiana. A primeira tinha explodido no Golfo do México, vasando óleo e ameaçando o frágil ecossistema litorâneo do local. Funcionários da Guarda costeira e pescadores locais temem pela sua própria sobrevivência assim como a do local em que vivem, caso ocorra o vasamento e a explosão, como ocorreu no primeiro incidente.

A plataforma pode guardar cerca de 20 mil galões de combustível mas os oficiais da guarda costeira não sabem o quanto de combustível existe bordo. O que se sabe é que até agora não foi verificado nenhum vazamento, o que não torna a situação menos preocupante visto que o vazamento é questão de tempo e a explosão pode acontecer quando estiverem retirando o óleo. Cerca de 500 metros de redes de contenção foram colocadas em volta do local para conter qualquer provável mancha, Flórida, Louisiana e Alabama já declararam estado de emergência.

A mancha de óleo do Golfo do México ainda se espalha e obriga o governo estadosunidense a repensar seus planos de extração de petróleo marinho. A Casa Branca proibiu a extração de petróleo em novas áreas ao largo da costa estadosunidense em resposta a este novo incidente. O que fica claro é que não precisa mais fazer atentado terrorista nos Estados Unidos, eles estão fazendo por conta própria.

ESTA INFORMAÇÃO FOI:

1 Comentários sobre esta postagem::

Anônimo disse...

Jornalista, ou colunista:
[caso ocorra o vasamento e a explosão,]
Vazamento é com Z.

Postar um comentário

Comentários inoportunos, idiotas ou ilegais não serão aceitos.