quinta-feira, agosto 02, 2012

África: Agricultores já querem voltar a plantar Maconha em Moçambique

A população do distrito de Calombolombo na cidade de Manica no Moçambique, ameaça voltar a plantar maconha caso não haja o mesmo retorno de mercado para culturas alternativas. No ano de 2011, o governo atuou contra mais de 200 hectares de Soruma (Cannabis sativa) que eram plantados com fins comerciais pelos produtores locais. Ninguém foi preso pois toda a população do distrito estava envolvida.

"Constatamos que em Calombolombo já não há produção de soruma, mas há muito milho e hortícolas sem mercado. A população está a entrar em desespero e diz que se se a produção ficar parada voltam a cultivar soruma.", disse Agostinho Rotuto, procurador chefe provincial de Manica. O Uso recreativo da maconha é bastante difundido na África e Europa Mediterrânea, para onde escoava boa parte da produção de Calombolombo, vai ser difícil os agricultores de lá encontrarem uma alternativa tão rentável.

Moçambique, que é um dos países mais pobres do mundo, estaria sofrendo com a política internacional que atua reprimindo a produção de drogas recreativas? Será justo não oferecer meios de uma população sair do modelo de agricultura de substitência apenas apenas para agradar os governos dos países ricos compradores da mercadoria? Parece que não...



ESTA INFORMAÇÃO FOI:

4 Comentários sobre esta postagem::

Thales Jacobi disse...

200 hectares? Patética produção... Tem certeza de que é isso mesmo?

Anônimo disse...

Foto linda! Quase o nirvana!

Anônimo disse...

ô

Anônimo disse...

Tadinhos... Deixem eles plantar maconha!!! Q dó!

Fala sério: porque não plantar outras coisas? O homem é vil mesmo...

Postar um comentário

Comentários inoportunos, idiotas ou ilegais não serão aceitos.