terça-feira, março 23, 2010

Competição acirrada por fêmeas faz os testículos aumentarem


Quando a concorrência é feroz na disputa por fêmeas, machos de algumas espécies evoluem para ter testículos maiores com os quais podem combater seus rivais. Pelo menos é o que diz um novo estudo que acaba de ser lançado. Especificamente, a pesquisa mostra que o tamanho do testículo importa para as roedoras. O testículo, nestas sociedades animais altamente competitivas, é um fator de sobressalência na escolha dos parceiros, principalmente nas espécies onde as fêmeas copulam com muitos machos.

Mas isso não significa que as mulheres buscam necessariamente homens mais dotados. Pelo contrário, a rivalidade derivada do tamanho testicular ocorre após o acasalamento, como uma batalha de espermatozóides dentro da fêmea. Não é preciso explicar que machos com testículos maiores produzem mais esperma, é óbvio. Ao longo do tempo, os machos de diversas espécies têm desenvolvido truques e adaptações morfológicas para vencer os seus adversários, "O tamanho do testiculo dos ratos é apenas parte de toda a estratégia de competição", disse o líder do estudo Carl Soulsbury, um biólogo da universidade de Bristol, no Reino Unido.

Ele analisou os dados publicados anteriormente acerca de diversas espécies de mamíferos selvagens, nos quais se utilizaram testes genéticos para provar se ninhadas de filhotes haviam sido geradas por muitos machos ou apenas por um único dominante. Soulsbury em seguida, usou dados sobre a massa testicular e outros fatores, como a duração do período de acasalamento. Com estes dados relacionados desenvolveu um modelo de estatística que revelou que "onde há uma alta competição entre machos de roedores, a evolução seleciona testículos maiores," o estudo foi publicado em 8 março na revista "PLoS ONE.

Embora a investigação Soulsbury's tenha alguma relevância para as pessoas, a reprodução humana é um jogo completamente diferente. "Os seres humanos são uma espécie complicada de se estudar pois não há um aspecto crucial para o acasalamento, o que torna as coisas obscuras", afirmou. Soulsbury acrescenta que que os homens têm testículos menores que os chimapanzés, isso em relação ao tamanho do corpo. "Provavelmente os chimpanzés vivem em uma sociedade onde os machos têm que constantemente disputar as fêmeas", de acordo com Cheryl Knott, que estuda a reprodução orangotango na Universidade de Harvard.

fonte: National Geographic
.
ESTA INFORMAÇÃO FOI:

0 Comentários sobre esta postagem::

Postar um comentário

Comentários inoportunos, idiotas ou ilegais não serão aceitos.