quarta-feira, abril 07, 2010

Adipogel: Matriz extracelular adiposa para criar órgãos de laboratório

Um associado de pesquisa da Harvard Medical School, o especialista Deepak Nagrath, professor adjunto na engenharia química e biomolecular da Universidade Rice, estava procurando uma maneira de produzir matrizes que poderiam suportar o crescimento de células para regeneração de partes do corpo humano e órgãos artificiais.

Ele estava testando vários métodos de realizar isso, então percebeu que as células adiposas produziam uma substância pegajosa. Pensando nisso como um contaminante, jogou a cultura fora, e continuou seu trabalho. Felizmente, ele então percebeu que o que ele pensava que era de lixo, era na verdade a coisa que ele tanto procurava.

A substância estava sendo produzida pelas células adiposas do corpo humano, que são a nossa popular gordura. O material pegajoso era na verdade uma forma natural de matriz extracelular (substância que complementa os espaços intercelulares dos tecidos).

Ele se deu conta que uma substância da matriz do tecido adiposo que pode ser usada para criar o "andaime" sobre o qual vão crescer vários tipos de células. Esta linha de investigação é muito controlada, os especialistas de biotecnologia estão procurando maneiras de desenvolver novos órgãos, como o coração artificial, por um crescimento de células tronco do próprio paciente em um substrato de matriz (o tal andaime).

Dessa maneira os órgãos fabricados através de células do próprio paciente poderão ser transplantados sem muitos riscos de rejeição por parte do organismo, praticamente sem o uso de medicamentos.

Após Nagrath entrar para a à faculdade de Rice, em 2009, ele e um grupo de colegas começaram a investigar os subprodutos de células adiposas, e assim conseguiram transformar um deles num andaime eficiente. Mais detalhes da pesquisa do grupo e os resultados foram publicados na semana passada, na edição mais recente do jornal da Federação das Sociedades Americanas de Biologia Experimental.

"A gordura é uma coisa que está em excesso no organismo. Nós sempre podemos perdê-la. Minha abordagem é forçar as células a secretar uma matriz natural ", diz o especialista. Ele denominou a substância pegajosa de Adipogel, e mostrou que poderia ser utilizado eficientemente para hepatócitos de crescimento, as células primárias do fígado humano. Esta linha celular particular é muitas vezes utilizada para testar novos tipos de medicamentos para várias doenças hepáticas, assim as pesquisas também podem ajudar pesquisadores deste campo

"O objetivo a curto prazo é usar isso como uma camada de alimentação para as células-tronco embrionárias. É muito difícil mantê-las em estado pluripotentes, onde eles se dividam e se auto-renovem. Você pode usar esta matriz como um andaime adipogênico de células-tronco e transplantar esse andaime pra dentro do corpo, no órgão danificado. O Adipogel pode melhorar essa funcionalidade", conclui Nagrath.

Fonte: http://news.softpedia.com/news/Efficient-Natural-Extracellular-Matrix-Discovered-138498.shtml
ESTA INFORMAÇÃO FOI:

0 Comentários sobre esta postagem::

Postar um comentário

Comentários inoportunos, idiotas ou ilegais não serão aceitos.