segunda-feira, abril 12, 2010

A Grande Barreira de Corais está em Perigo

Um navio chinês encalhou na Grande Barreira de Corais, na Austrália, além disso, ocorreu um vazamento de óleo e as autoridades australianas estão procurando processar os responsáveis pelo navio. O ministro australiano dos Transportes, Anthony Albanese, disse que o navio estava claramente em uma rota ilegal e que por isso seria processado por derramamento de óleo. Os marinheiros de nacionalidade Vietnamita e Sul-Coreana serão levados a um tribunal australiano na próxima segunda-feira, acusados de levar um navio de carga por uma rota ilegal dentro de uma das maiores reservas da vida marinha no planeta.

A acusação vai alegar que o navio não foi registrado na Austrália e não respondeu às tentativas das autoridades para estabelecer contato. Se forem considerados culpados por derramamento de óleo, os homens podem enfrentar uma multa em torno de 400.000 reais. "É evidente que o navio entrou em um curso que era ilegal," disse Albanese após sobrevoar o local de encalhe. "O governo australiano vai garantir que a força da lei seja exercida sobre os responsáveis", complementou.

O governo australiano prometeu reforçar as suas leis marítimas em resposta as empresas de transporte aquático que resolvem cortar caminho para poupar alguns trocados, arriscando assim a vida silvestre. A Grande Barreira de Corais é maior recife de corais do mundo, se estendendo por mais de 2300 km. Ela é composta por cerca de 2900 recifes, 600 ilhas continentais e 300 atóis. Nos ecossistemas deste bioma aquático vivem cerca de 1500 espécies de peixe, 360 espécies de coral, 8000 espécies de moluscos, 400 a 500 espécies de algas marinhas, 1330 espécies de crustáceos e mais de 800 espécies de equinodermes além muitos outros grupos animais onde se destacam os platelmintos e os cubozoários.

ESTA INFORMAÇÃO FOI:

0 Comentários sobre esta postagem::

Postar um comentário

Comentários inoportunos, idiotas ou ilegais não serão aceitos.