terça-feira, agosto 14, 2012

O Brasil terá uma empresa de tecnologia nuclear para fins bélicos e pacíficos


O governo brasileiro mandou abrir uma empresa de tecnologia nuclear! Enquanto isso há ambientalistas pedindo o fim do programa nuclear brasileiro. A discussão está sendo confundida e na verdade muitos desses ambientalistas estariam na verdade servindo aos interesses dos países que já detêm tecnologias nucleares.


Afinal, o grande problema, o que causou mais acidentes, mais mortes, mais estragos e sofrimento foi com certeza o uso da energia nuclear para obtenção de eletricidade. Chernobyl e Fukushima foram os mais graves acidentes de vazamento de material radioativo, o uso hospitalar de materiais radioativos também causa sérios problemas de poluição no mundo inteiro (como mostram as imagens abaixo), sendo famoso aqui no brasil o caso do Césio 137 em Goiás.


Vidas são perdidas para abastecer eletrodomésticos, lâmpadas, máquinas industriais, cercas eletrificadas, etc. Parece uma coisa realmente imbecil investir em usinas nucleares no Brasil, um país com potencial para energias limpas e menos impactantes (assumindo que não existe nada mais impactante que um derramamento nuclear).

A energia solar quase não possui investimentos e poderia descentralizar e descomplicar para o governo o fornecimento de energia para residências, investe-se bastante no entanto em energia hidrelétrica, onde o impacto cai principalmente sobre os residentes das regiões que são alagadas e também altera o fluxo, a profundidade e o leito dos rios onde se instala, alterando a paisagem e os ecossistemas em seu componente biótico.

A maioria dos países está cancelando a criação de novas usinas e há usinas nucleares sendo desativadas no mundo inteiro. No entanto, se um país possui um programa nuclear e bombas atômicas é justo que outro também tenha. 

O Brasil tem boas justificativas para isso, é um país de praticamente 200 milhões de pessoas, há países com populações menores que a do Brasil que possuem bombas atômicas, por exemplo Cuba, Israel e França. Há países de população semelhante a do brasil que também possuem bomba atômica, por exemplo o Paquistão, todos os países com população maior que a do Brasil possuem bomba atômica. 

A Coréia do Norte alega possuir a bomba, o Irã jura que não está fazendo uma e na verdade ninguem quer jogar bomba atômica em ninguém, se a Índia e o Paquistão quisessem já teriam feito isso um contra o outro faz tempo, na verdade só os Estados Unidos é que é capaz duma coisa dessas, então o resto dos países anda um pouco ressabiado desde a década de 1940 com o que eles fizeram no Japão (ainda mais depois que apareceram os Bush). 

O mundo todo deveria ter mísseis atômicos com capacidade de chegar nos Estados Unidos e para qualquer outro lugar, essa é a lógica democrática da liberdade, igualdade e fraternidade, já que os Estados Unidos possuem mísseis atômicos capazes de bombardear qualquer lugar do mundo e não irão abandoná-los, a tendência é que todos os países do mundo possuam bombas atômicas. 

É bom a humanidade perceber que isso é inevitável, não adianta nos iludirmos com desarmamento nuclear pois isso nunca vai acontecer e campanhas desse tipo servem aos interesses de quem já possui bombas atômicas, e pior, serve aos interesses do país que já utilizou bombas atômicas numa guerra e quer nos manter o mundo sob a sua ameaça nuclear.

ESTA INFORMAÇÃO FOI:

0 Comentários sobre esta postagem::

Postar um comentário

Comentários inoportunos, idiotas ou ilegais não serão aceitos.