terça-feira, maio 11, 2010

Pessoas trabalham doentes pelo medo do desemprego e o excesso de tarefas

O medo de perder o emprego e o grande volume de trabalho são os principais motivos que levam os funcionários a trabalharem quando estão doentes, segundo um estudo publicado pelo portal Monster. A pesquisa, feita com mais de 33 mil pessoas, aponta que 76% de todas as pessoas exercem suas funções mesmo doentes.

Desse número, 28% dos entrevistados disseram que não faltam por medo de perder o emprego. Já 35% afirmam ter muitas tarefas, o que não justificaria a perda de um dia inteiro só para cuidar da saúde. "Decidir se vai trabalhar ou não quando está doente pode ser uma questão emocional importante para algumas pessoas", diz Jeff Quinn, diretor sênior de pesquisas do Monster.

Com a H1N1 por aí é preferível para os donos de empresa dispensarem os seus funcionários ou mandar eles trabalharem em casa do que perder todo o plantel por causa da gripe. Muitas pessoas estão optando por trabalhar em casa, justamente para não ficarem doentes.

Jeff ainda aponta que os chefes devem ajudar seus funcionários a entender que devem ficar em casa quando estão doentes, além de dar o exemplo não comparecendo quando estiverem debilitados. O estudo foi baseado em enquetes publicadas nos sites da companhia em 15 países entre os dias 1 e 8 de fevereiro.

ESTA INFORMAÇÃO FOI:

0 Comentários sobre esta postagem::

Postar um comentário

Comentários inoportunos, idiotas ou ilegais não serão aceitos.