quinta-feira, julho 22, 2010

Oakland, primeira cidade Estadosunidense a industrializar maconha

A cidade californiana de Oakland está na iminência de ser a primeira dos EUA a ir muito além de liberar a maconha – ela industrializará a droga. Um projeto nesse sentido foi aprovado pelos vereadores da cidade na última terça-feira, seguindo agora para nova votação, que deve confirmar a decisão.

A maconha é legal na Califórnia para uso medicinal, com receita médica – para aliviar dores, por exemplo. No entanto, um plebiscito em novembro pode liberar a droga para uso geral.

O projeto de transformar Oakland – cidade separada de San Francisco por uma ponte – na “capital da maconha” foi aprovado por cinco votos a favor, dois contra e uma abstenção. Foram ouvidos habitantes da cidade contrários e favoráveis ao projeto, todos se atendo a questões comerciais.

Muitos dos que se opuseram alegaram que os pequenos produtores, que cultivam a maconha para fins medicinais, perderiam espaço para grandes empresas dedicadas à comercialização em larga escala. Já os favoráveis disseram que a industrialização representa um aquecimento da economia, com a arrecadação de impostos e a geração de mais empregos. As fábricas pagarão alíquota de 8% sobre as vendas.

Enquanto lá a discussão é esta, no Brasil o pensamento Medieval ainda julga que a Maconha é nociva, que deve ser combatida, embora ninguém fale nada da cachaça e do cigarro, coisas que causam muito mais complicações aos usuários que um baseadinho.

Não estou dizendo que devemos baixar as calças pros Europeus e Americanos e liberar a Maconha. Estou dizendo que até quem fomenta a guerra contra o "narcotráfico" na América Latina é um país que produz e industrializa Cannabis Sativa.

Você pode dizer que lá eles são ricos e podem tratar os viciados, eu argumentaria que na Índia o povo é pobre e a Maconha é usada tradicionalmente há milênios. Prefiro falar dos jovens.

Os jovens que se iludem consumindo maconha e se tornam dependentes dela são os mesmos que se iludem com aparelhos celulares (que podem causar câncer), automóveis (40 mil mortes por ano no Brasil) e claro, bebem alcool até em festas de família (Cirrose, espancamentos de mulheres).
ESTA INFORMAÇÃO FOI:

2 Comentários sobre esta postagem::

Anônimo disse...

[Enquanto lá a discussão é esta, no Brasil o pensamento Medieval ainda julga que a Maconha é nociva, que deve ser combatida, embora ninguém fale nada da cachaça e do cigarro, coisas que causam muito mais complicações aos usuários que um baseadinho.]

Falô, seu maconheiro do caralho!!!!!!

[Não estou dizendo que devemos baixar as calças pros Europeus e Americanos e liberar a Maconha.]

Tá falando sim... ...pra bom entendedor, meia palavra basta!

Mas o resto que vc falou foi interessante!!!

QUE DROGA!!

Anônimo disse...

Queria dizer aki q mtos brasileiros são sem noção e malditos(gosto desta palavra): fazem festas de aniversário pra crianças e tomam cerveja nas mesmas!! Festa de crianças! Vão pro diabo! Muitos ainda publicam esta tremenda pouca vergonha na internet. E essas pessoas acham que estão certas. Podem estar certamente rumando pro inferno!

Postar um comentário

Comentários inoportunos, idiotas ou ilegais não serão aceitos.