sábado, março 20, 2010

Caviar ameaçado de extinção: o que será dos ricos?


O insaciável apetite da humanidade afrescalhada e cheia de grana está levando o esturjão (peixe que fornece o caviar) à extinção. Este é apenas um dos peixes "mercadológicamente apreciados" que figuram como "criticamente em perigo" na mais nova lista da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

Estes esturjões têm nadado pelos mares do mundo a aproximadamente 200 milhões de anos, mas a caça furtiva e o alto valor do caviar no mercado são fatores que podem fazer com que ele desapareça para sempre dos ambientes naturais. "Os esturjões sobreviveram a inúmeros cataclismas e extinções em massa, mas só o homem foi capaz de colocar a sua existência em risco", disse Mohammad Piurkazemi, pesquisador suíço e membro da IUCN.

Pesca ilegal, quebra das rotas migratórias e poluição. Estes são os principais fatores que ameaçam a vida de inúmeras espécies marinhas. A IUCN estima que 85 por cento dos esturjões selvagens correm um risco muito elevado de extinção, sendo que 17 das 27 espécies deste peixe estão classificadas pelo grupo como "CR", sigla que significa "criticamente ameaçada de extinção".

Ambientalistas disseram que as conclusões do grupo foram um alerta para uma ação política urgente. O mundo deveria aumentar a pressão para que países produtores de caviar diminuam o ritmo, combatendo principalmente, a pesca ilegal.

Rússia e o Irã são os maiores produtores mundiais de caviar, a indústria em torno desta iguaria gera muitos empregos, e enriquece muita gente, visto que um quilo de caviar de esturjão pode custar até 5.000 Euros.
ESTA INFORMAÇÃO FOI:

0 Comentários sobre esta postagem::

Postar um comentário

Comentários inoportunos, idiotas ou ilegais não serão aceitos.